= O  género  épico =

 

   O Género Épico

O género épico remonta à antiguidade grego e latina sendo os seus expoentes máximos Homero e Virgílio.

A epopeia é um género narrativo em verso, em estilo elevado, que visa celebrar feitos grandiosos de heróis fora do comum reais ou lendários. Tem pois sempre um fundo histórico; de notar que o género épico é um género narrativo e que exige na sua estrutura a presença de uma acção, desempenhada por personagens num determinado tempo e espaço. O estilo é elevado e grandioso e possui uma estrutura própria, cujos principais aspectos são:

Proposição - em que o autor apresenta a matéria do poema;

Invocação - às musas ou outras divindades e entidades míticas protectoras das artes;

Dedicatória - em que o autor dedica o poema a alguém, sendo esta facultativa;

Narração - a acção é narrada por ordem cronológica dos acontecimentos, mas inicia-se já no decurso dos acontecimentos (“in medias res”), sendo a parte inicial narrada posteriormente num processo de retrospectiva, “flash-back” ou “analepse”;

Presença de mitologia greco-latina - contracenando heróis mitológicos e heróis humanos.